Quer saber como o britador MX, da Metso, pode ajudar no desempenho da mina onde você trabalha? Nesse post, esclarecemos os principais fatores.

A busca por um britador que consiga oferecer a melhor relação custo X benefício é uma constante no ofício de qualquer Engenheiro de Minas. Um dos principais fatores buscados nessa relação é o de desgaste das peças. Ele depende do movimento, isto é, de aspectos como compressão e escorregamento/arraste. Quanto mais pura a compressão e menor o arraste, menor o desgaste.

Nesse contexto, os estudos da tribologia — ciência que estuda a interação entre superfícies em movimento —, ajudam a desenvolver tecnologias e encontrar novas soluções na área de engenharia. Em busca da redução dos desgastes gerados por atritos e da obtenção de maior produtividade associada à redução de custos.

A boa notícia é que o britador MX, da Metso, pode ser a resposta para essa busca. Nos demais britadores, esse processo acontece de forma mais acelerada. Já no britador MX, o procedimento ocorre suavemente, dado que o movimento de direção da compressão é melhor se comparado aos outros equipamentos. Dessa forma, além de ser um investimento vantajoso, você garante um produto mais duradouro e eficiente.

Um britador inovador

As inovações introduzidas no britador MX elevam o desempenho da britagem a níveis superiores aos dos britadores de cone tradicionais. Ele é o único que possibilita 2 ajustes operacionais, de forma totalmente automatizada:

1 - Ajuste da abertura de descarga (APF) em tempo real, sem interromper a produção, através de um pistão hidráulico interno.

Conteudo-5--Video-1.gif

2 - Ajuste automático do bojo giratório.

Conteudo-5--Video-2.gif

Enquanto britadores de outros modelos têm ou o pistão ou o bojo para fazer a regulagem, o britador MX inova oferecendo ambas as funções.

Dessa forma, para definir o tamanho desejado do produto final, é possível regular o britador por meio do pistão. Ajustando a abertura de saída das pedras, para que elas fiquem maiores ou menores conforme a necessidade. Isso é feito sem interromper a britagem.

Quanto o pistão atinge o limite, o britador MX permite abaixar o bojo giratório. Para tanto, é necessário cessar a alimentação da máquina, como já ocorre com os demais britadores. Contudo, é possível fazer esse ajuste quando o equipamento já estiver parado, devido a alguma outra operação ou motivo.

Nos britadores HP, por exemplo, a alimentação da máquina precisa ser interrompida para que o ajuste do bojo seja feito de duas a três vezes por dia. O que reduz o desempenho do procedimento.

No britador hydrocone ou GP, que tem apenas o pistão hidráulico interno, perde-se o revestimento rapidamente. Visto que o pistão tem uma regulagem curta, gerando maior desgaste.

O britador MX, por sua vez, tem o melhor dos dois mundos. Sem parar a alimentação, faz-se a regulagem diária do pistão para gerar produtos finos ou grossos. Ao longo da semana, após um desgaste acentuado, ajusta-se o bojo para melhorar o curso de operação. Tudo isso, portanto, minimiza o desgaste e evita a queda do rendimento.

Como dissemos, esses ajustes são feitos de forma totalmente automatizada. Isso se dá por meio de um software que lê todas as ações realizadas pelo engenheiro. Ao final das execuções, o computador interpreta o que foi feito e restabelece a posição do pistão para a chamada home position, bem como a do bojo.

Assim, nas próximas operações, a máquina estará calibrada novamente, com os ajustes nas posições originais. Ou seja, o software garante a automação do processo, compensando as regulagens feitas durante o dia de trabalho de mineração e o desgaste gerado.

New Call-to-action


Os benefícios do Britador MX

As duas características combinadas do britador MX produzem benefícios adicionais em relação a todos os outros britadores de cone. Veja as principais vantagens:

  • Maior produtividade pelo aumento do fator de utilização, devido à eliminação de paradas para ajuste do APF;

  • Otimização do desenho da cavidade de britagem, direção do movimento de compressão e ação de britagem eficientemente distribuída, resultando num movimento otimizado de britagem autógena “rocha sobre rocha”;

  • Maior segurança operacional, com curso de alívio para elementos não britáveis, independentemente do nível de desgaste do conjunto de revestimento, ao contrário de outros britadores de cone com eixo flutuante;

  • Automação mais completa e eficaz do britador pela combinação dos ajustes operacionais;

  • Compensação por desgaste em tempo real, sem necessidade de qualquer intervenção dos operadores.

Após o primeiro mês de operação ou depois do primeiro revestimento usado, é possível estimar o desgaste do equipamento em cada aplicação. Sem intervenção dos operadores, o computador compensa o desgaste por meio da simulação das operações anteriores, medindo a relação entre o desgaste e a potência consumida. Podendo, dessa forma, indicar o valor de abertura correto.

A soma de mais benefícios

Adicionalmente, no desenvolvimento do britador MX, foram introduzidos outros benefícios:

  • Boca de alimentação totalmente livre. Não requer mancal superior (aranha) para suportar o eixo;

  • Maior produtividade pela redução do efeito de “engaiolamento”, além de eliminar um item de desgaste;

  • Melhoria do aproveitamento de cada jogo dos revestimentos, aumentando a vida útil devido ao novo desenho da cavidade de britagem e ação de britagem otimizada;

  • Redução de custos e aumento da disponibilidade pela utilização dos revestimentos em até 70%, comparado aos britadores de cone que, em média, utilizam 50% dos revestimentos;

  • Não necessidade de material de encosto (resina) para a montagem dos revestimentos;

  • Facilita e reduz o tempo de troca dos revestimentos;

  • Possui controle da pressão de britagem em tempo real;

  • Otimiza a automação do britador de forma a aumentar a performance da britagem;

  • Possui sistema de bloqueio da rotação da cabeça, quando operando em vazio. Muito mais eficiente que os tradicionais sistemas “anti-spin” dos britadores de cone existentes;

  • Reduz o consumo do revestimento nas ocasiões de retomada de alimentação;

  • Possui uma proteção fixa do contrapeso do excêntrico;

  • Aumento da disponibilidade, devido a redução do desgaste da proteção do contrapeso (detalhe para o componente do contrapeso que é fabricado em aço, substituindo o chumbo).

 Se preferir, solicite contato de nossa equipe comercial clicando aqui.

Compartilhe nas redes sociais